Uva do Oregon


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A uva do Oregon é um arbusto de origem norte-americana, que pode atingir até 2 metros de altura. Foi usada pelos nativos americanos como um remédio digestivo. Em algumas regiões é feita uma espécie de geléia com seus frutos. Atualmente pode ser encontrada, além da América do Norte, na Europa, como planta de jardim. Na fitoterapia é usado apenas externamente para problemas de pele, fazendo parte de cremes e pomadas.


Nome científico: Mahonia aquifolium.

Nomes comuns: uva do Oregon.

Partes da planta utilizadas: casca, raízes.

Composição: berberina, aporfina.

Ação farmacológica: anti-inflamatória, cicatrizante.

Indicações: acne, psoríase.

Contra-indicações: alergia aos componentes da mahonia.


Modo de usar: tintura ou pomada de uva de Oregon para uso externo. Siga as instruções do produto.


Alguns estudos sugerem potenciais benefícios do uso da Uva de Oregon em pacientes com psoríase e eczema.


#fitoterapia #uvadeoregon #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais


Referências bibliográficas:

Deng S, May BH, Zhang AL, Lu C, Xue CC.Plant extracts for the topical management of psoriasis: a systematic review and meta-analysis. Br J Dermatol. 2013 Oct;169(4):769-82. doi: 10.1111/bjd.12557.

Farahnik B, Sharma D, Alban J, Sivamani RK.Topical Botanical Agents for the Treatment of Psoriasis: A Systematic Review. Am J Clin Dermatol. 2017 Aug;18(4):451-468. doi: 10.1007/s40257-017-0266-0.

Jong MC, Ermuth U, Augustin M. Plant-based ointments versus usual care in the management of chronic skin diseases: a comparative analysis on outcome and safety. Complement Ther Med. 2013 Oct;21(5):453-9. doi: 10.1016/j.ctim.2013.07.002. Epub 2013 Aug 17.

López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo