Lavanda


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A lavanda forma pequenos arbustos com topos floridos curtos sem galhos. Apresenta folhas opostas, simples, inteiras e pinatífidas. Possui inflorescências do tipo verticilastro dispostas em andares separados ao longo do eixo florífero, axilados por brácteas florais, e uma coroa de brácteas que aparecem no topo da inflorescência, cuja função é atrair insetos polinizadores. As flores são azul-arroxeadas. A planta floresce no verão e as flores são colhidas para uso medicinal em julho e agosto.


Nome científico: Lavandula angustifolia

Nomes comuns: lavanda, alfazema.

Parte da planta utilizada: flores.

Composição: óleo essencial, tanino.

Ação farmacológica: sedativo, relaxante, antisséptico.

Indicações: nervosismo, insônia, feridas.

Contra-indicações: não consumir durante a gravidez e lactação.


Modo de usar: aqueça 1/4 litro de água com 1 colher de chá de lavanda até ferver. Tome 1 xícara no café da manhã e outra no almoço.


Alguns estudos sugerem que o uso da lavanda auxilia na melhora do padrão de sono, qualidade de vida e humor de pacientes com diabetes tipo 2, na redução da agitação em pessoas com demência, na produção de efeitos similiares à fluoxetina para o tratamento da depressão leve a moderada, na melhora das lesões inflamatórias da pele na psoríase, e na melhora dos níveis de melatonina.


Referências bibliográficas:

  1. Araj-Khodaei M, Noorbala AA, Yarani R, Emadi F, Emaratkar E, Faghihzadeh S, Parsian Z, Alijaniha F, Kamalinejad M, Naseri M. A double-blind, randomized pilot study for comparison of Melissa officinalis L. and Lavandula angustifolia Mill. with Fluoxetine for the treatment of depression. BMC Complement Med Ther. 2020 Jul 3;20(1):207. doi: 10.1186/s12906-020-03003-5. PMID: 32620104

  2. López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

  3. Nasiri Lari Z, Hajimonfarednejad M, Riasatian M, Abolhassanzadeh Z, Iraji A, Vojoud M, Heydari M, Shams M. Efficacy of inhaled Lavandula angustifolia Mill. Essential oil on sleep quality, quality of life and metabolic control in patients with diabetes mellitus type II and insomnia. J Ethnopharmacol. 2020 Apr 6;251:112560. doi: 10.1016/j.jep.2020.112560. Epub 2020 Jan 10. PMID: 31931160

  4. Rai VK, Sinha P, Yadav KS, Shukla A, Saxena A, Bawankule DU, Tandon S, Khan F, Chanotiya CS, Yadav NP. Anti-psoriatic effect of Lavandula angustifolia essential oil and its major components linalool and linalyl acetate. J Ethnopharmacol. 2020 Oct 28;261:113127. doi: 10.1016/j.jep.2020.113127. Epub 2020 Jul 3. PMID: 32623016

  5. Shamabadi A, Akhondzadeh S. Efficacy and tolerability of Lavandula angustifolia in treating patients with the diagnosis of depression: a systematic review of randomized controlled trials. J Complement Integr Med. 2021 Aug 23. doi: 10.1515/jcim-2020-0498. Online ahead of print. PMID: 34420270

  6. Watson K, Hatcher D, Good A. A randomised controlled trial of Lavender (Lavandula Angustifolia) and Lemon Balm (Melissa Officinalis) essential oils for the treatment of agitated behaviour in older people with and without dementia. Complement Ther Med. 2019 Feb;42:366-373. doi: 10.1016/j.ctim.2018.12.016. Epub 2018 Dec 21. PMID: 30670268

  7. Velasco-Rodríguez R, Pérez-Hernández MG, Maturano-Melgoza JA, Hilerio-López ÁG, Monroy-Rojas A, Arana-Gómez B, Vásquez C. The effect of aromatherapy with lavender (Lavandula angustifolia) on serum melatonin levels. Complement Ther Med. 2019 Dec;47:102208. doi: 10.1016/j.ctim.2019.102208. Epub 2019 Oct 5. PMID: 31780012


#fitoterapia #lavanda #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo