Hamamelia-da-virginia


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A hamamelia-da-virgina é um arbusto nativo da América do Norte, onde cresce em florestas úmidas ou pantanosas de zonas temperadas. É uma pequena árvore que atinge 2-7 metros de altura com casca cinza esponjosa, semelhante à aveleira. As folhas são alternadas com pecíolos curtos, que caem antes da floração. As flores aparecem no inverno em grupos de 3-4 presas ao mesmo invólucro. Tem um pequeno cálice e quatro pétalas amarelas. O fruto é uma cápsula em forma de avelã que contém as sementes.


Nome científico: Hamamelis virginiana.

Nomes comuns: hamamelia-da-virginia, aveleira-de-bruxo, aveleira-de-teiticeira, amieiro-mosqueado.

Parte da planta usada: folhas.

Composição: tanino, óleo essencial.

Ação farmacológica: adstringente, venotônico.

Indicações: varizes, hemorróidas.

Contra-indicações: não consumir durante a gravidez e a amamentação.


Modo de uso: aquecer 1/4 litro de água até ferver e adicionar 2 colheres de chá de hamamélis. Deixar descansar por 10 minutos. Tomar 2-3 xícaras por dia. Também sob a forma de cremes e outras preparações para uso externo.


#fitoterapia #verbasco #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais


Referência bibliográfica:

  1. López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo