Alcachofra


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A alcachofra é uma planta utilizada para alimentação e pertence ao gênero Cynara da família Asteraceae.

Ela é perene e tem até 150 centímetros de largura, que rebrota da videira todos os anos, após o inverno, se o frio não a congelar. Possui uma roseta de folhas profundamente segmentadas, embora menos divididas que as do cardo e com poucos ou nenhum espinhos.

As folhas são verde-claras na face superior e na face inferior são cobertas por fibrilas esbranquiçadas que lhes conferem uma aparência pálida.

Tanto o canto da folha como a nervura principal apresentam nervuras longitudinais muito proeminentes.


Nome científico: Cynara scolimus L.

Nomes comuns: alcachofra, alcachofra comum, cachofra.

Parte da planta usada: folhas

Composição: vitaminas, minerais, lactona, fenol, fitoesterol, flavonóides.

Ação farmacológica: hepatoprotetor, hipocolesterolêmico, colerético (aumenta a secreção de bile), digestivo.

Indicações: dispepsia, hipercolesterolemia.

Contra-indicações: não consumir a alcachofra durante a gravidez e lactação, ou em caso de obstrução das vias biliares.


Modo de emprego: as alcachofras podem ser consumidas como alimento, ou em preparações para venda em farmácias e naturistas.


Alguns estudos sugerem que o uso de preparados especiais de alcachofra possa ajudar na melhora do índice de massa corpórea e nos níveis de pressão arterial em pessoas hipertensas, na redução das enzimas hepáticas em pessoas com esteatose hepática não alcoólica, na melhora do controle glicêmico e na melhora da composição corporal.


#fitoterapia #alcachofra #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais


Referências bibliográficas:

  1. Ardalani H, Jandaghi P, Meraji A, Hassanpour Moghadam M. The Effect of Cynara scolymus on Blood Pressure and BMI in Hypertensive Patients: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled, Clinical Trial. Complement Med Res. 2020;27(1):40-46. doi: 10.1159/000502280. Epub 2019 Sep 4.

  2. Hemati N, Venkatakrishnan K, Yarmohammadi S, Moradi M, Moravejolahkami AR, Hadi A, Moradi S, Aneva IY, Farzaei MH. The effects of supplementation with Cynara scolymus L. on anthropometric indices: systematic review and dose-response meta-analysis of clinical trials. Complement Ther Med. 2021 Jan;56:102612. doi: 10.1016/j.ctim.2020.102612. Epub 2020 Nov 7.

  3. Jalili C, Moradi S, Babaei A, Boozari B, Asbaghi O, Lazaridi AV, Hojjati Kermani MA, Miraghajani M. Effects of Cynara scolymus L. on glycemic indices:A systematic review and meta-analysis of randomized clinical trials. Complement Ther Med. 2020 Aug;52:102496. doi: 10.1016/j.ctim.2020.102496. Epub 2020 Jun 29.

  4. López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

  5. Moradi S, Shokri-Mashhadi N, Saraf-Bank S, Mohammadi H, Zobeiri M, Clark CCT, Rouhani MH. The effects of Cynara scolymus L. supplementation on liver enzymes: A systematic review and meta-analysis. Int J Clin Pract. 2021 Nov;75(11):e14726. doi: 10.1111/ijcp.14726. Epub 2021 Aug 23.

  6. Rondanelli M, Opizzi A, Faliva M, Sala P, Perna S, Riva A, Morazzoni P, Bombardelli E, Giacosa A. Metabolic management in overweight subjects with naive impaired fasting glycaemia by means of a highly standardized extract from Cynara scolymus: a double-blind, placebo-controlled, randomized clinical trial. Phytother Res. 2014 Jan;28(1):33-41. doi: 10.1002/ptr.4950. Epub 2013 Feb 25.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo