Temas comportamentais da terceira onda na abordagem da pessoa com dor miofascial


Temas comportamentais da terceira onda na abordagem da pessoa com dor miofascial


Uma evolução das terapias comportamentais buscam melhorar os resultados para pessoas com

sofrimento psicológico e físico.

Entre essas abordagens destacam-se a Terapia de Aceitação e Compromisso e a terapia

comportamental dialética.

Estas técnicas buscam aceitar que pensamentos distorcidos e emoções negativas como aspecto

universal da experiência humana e não como uma alteração da saúde mental, além disso,

buscam corrigir para melhorar os resultados terapêuticos.

A partir dessa aceitação teórica de emoções e pensamentos difíceis, os pacientes são estimulados a observar a palpabilidade de suas experiências internas, permitir que elas aconteçam e que sejam deslocadas para comportamentos que apoiem a autonomia e uma melhor passagem pelas dificuldades inevitáveis da vida.

Quando associados à dor física e à dor psicológica, esses conceitos auxiliam a romper a conexão entre o medo e a evitação, a diminuição do comportamento de catastrofização e a melhora dos sintomas depressivos relacionados à dor crônica.


#dormiofascial #pontogatilhomiofascial #dor #dorcrônica #dormuscular #reabilitação

#fisiatria


Referência bibliográfica:

Donnelly, JM. et al. Dor e disfunção miofascial de Travell, Simons & Simons. Manual de

pontos-gatilho. 3ª edição. Artmed. Porto Alegre. 2020

0 visualização

Todos os Direitos Reservados ©2019 by medicofisiatra.com.br. Para uso de algum dos conteúdos entrar em contato conosco.