top of page

R2 Rangu


Rangu - Rim 2

Vale Ardente


Ponto ying-fonte do canal do Rim

Ponto Fogo do canal do Rim


Localização

No lado medial do pé, distal e inferior ao maléolo medial, na depressão distal e inferior à tuberosidade do navicular.

A tuberosidade do navicular é a proeminência encontrada acima do ponto médio entre a planta do pé e o calcanhar.


Agulhamento

Inserção perpendicular 0,5 a 1 cun.


Ações

Limpa o calor por deficiência

Regula o Rim

Regula o Jiao inferior


Indicações

Garganta com obstrução dolorosa, saliva insuficiente para umedecer a garganta, incapacidade de falar, sudorese espontânea, sudorese noturna, asma, dispnéia, deficiência de Qi, tosse com sangue, perda e sede, icterícia, protrusão da língua, medo como se estivesse prestes a ser apreendido, propensão ao medo e ao susto, dor cortante no coração.

Coceira nos órgãos genitais, emissões noturnas, emissão seminal, impotência, infertilidade, prolapso uterino, menstruação irregular, distúrbio de shan, dificuldade para urinar, diarreia fria ou úmida (dong).

Um pé quente e um pé frio, dor na parte inferior das pernas que impede ficar em pé por muito tempo, dor e inchaço no peito do pé, pés inquietos.


Comentários

Rangu R2 'Vale Ardente' é a nascente e o ponto de fogo do canal do Rim. De acordo com o Clássico das Dificuldades, os pontos ying-fonte são indicados para "calor no corpo" e, no caso da maioria dos pontos ying-fonte, a ênfase está na eliminação do excesso de calor e fogo. Os Rins são únicos porque não sofrem de padrões de excesso, uma vez que o Rim armazena o verdadeiro Yin e o verdadeiro Yang, que nunca podem estar em um estado de excesso real. Rangu R2, portanto, é o principal ponto do canal do Rim para eliminar o calor decorrente da deficiência do Yin do Rim.

Os Rins são a raiz do Yin e yang do corpo.

O Yin do Rim tem a função de nutrir e umedecer, bem como equilibrar e restringir o fogo ming men.

Quando o Yin do Rim está deficiente, suas funções nutritivas e umidificadoras serão prejudicadas e, adicionalmente, o fogo do ming men pode arder fora de controle. O forte do Rangu R2, como o próprio nome indica, é limpar esse calor de deficiência, em vez de nutrir o Yin do Rim. É indicado quando tal calor:

I. sobe ao longo do canal do Rim até a garganta, causando obstrução dolorosa da garganta, garganta seca com saliva insuficiente e incapacidade de falar,

II. flutua para o exterior durante a noite, causando sudorese noturna, e

III. interrompe o Pulmão dando origem a dispneia e tosse com sangue.

O calor da deficiência de Yin também pode se manifestar como um distúrbio de perda e sede e pés quentes e inquietos.

Rangu R2 tem uma ação particular no jiao inferior.

A deficiência de Yin e o conseqüente calor podem causar coceira genital. Quando o Yin do Rim falha em nutrir os vasos da Concepção e Penetração, pode haver menstruação irregular e infertilidade nas mulheres. Quando o calor da deficiência agita o portão da essência nos homens, pode haver emissão seminal ou emissões noturnas, com ou sem sonhos. Em homens e mulheres também pode haver desejo sexual excessivo. Se o Qi do Rim estiver deficiente, pode haver prolapso uterino.

De acordo com as Obras Completas de Fing-yue "Yin e yang são da mesma origem... o fogo é o governante da água, a água é a fonte do fogo. ..". Nem a deficiência do Yin do Rim nem do Yang do Rim existem isoladamente, e isso se reflete no fato de que Rangu R2 também tem claramente uma ação na tonificação do yang do Rim. Isso é parcialmente ilustrado pelas indicações tradicionais, mas é refletido mais claramente em uma variedade de combinações clássicas (veja abaixo). Rangu R2, portanto, também pode ser tratado por moxabustão em casos de sudorese espontânea, frieza dos pés e pernas, diarreia fria, edema e impotência.

Finalmente, a emoção associada aos Rins é o medo, e quando os Rins estão deficientes pode haver propensão ao medo e ao susto e uma constante sensação de alarme como se alguém estivesse "prestes a ser apreendido".

Rangu R2 é indicado para esses vários sentimentos de mau presságio.


Combinações

Inchaço do interior da garganta: Rangu R2 e Taixi R3 (Suplementando a Vida).

Garganta com obstrução dolorosa com calafrios e febre: Rangu R2 e Yongquan R1 (Fórmulas dos Mil Ducados).

Perda de voz: Rangu R2, Tiantu VC22, Lingdao C4, Yingu R10, Fuliu R7 e Fenglong E40 (Suplemento ilustrado).

Rigidez da língua: Rangu R2, Yingu R10, Yamen R15, Shaoshang P11, Yuji P10, Erjian IG2 e Zhongchong CS9 (Grande Compêndio).

Babando: Rangu R2 e Fuliu R7 (Suplementando a Vida).

Perturbação e sede com grande desejo de beber: Rangu R2, Yishe B49 e Guanchong TA1 (Suplementando a Vida).

Perturbação e sede com grande desejo de beber: Rangu R2, Yishe B49, Chengjiang VC24 e Guanchong TA1 (Fórmulas dos Mil Ducados).

Perturbação e sede com grande desejo de beber Rangu R2, Chengjiang VC24, Jinjin (Ex-HN13), Yuye (Ex-HN14), Renzhong VG26, Lianquan VC23, Quchi IG11 , Laogong CS8, Taichong F3, Xingjian F2, Shangqiu BP5 e Yinbai BP1 (Grande Compêndio).

Doença febril com agitação, pés frios e sudorese profusa: primeiro agulha Rangu R2, depois Taixi R3 (Clássico Sistemático).

Dor aguda no coração: Rangu R2, Zhigou TA6 e Taixi R3 (Fórmulas dos Mil Ducados).

Apreensão e medo como se fosse ser apreendido: Rangu R2 e Yanglingquan VB34 (Fórmulas dos Mil Ducados).

Edema de cálculos na parte superior do abdome: moxa Rangu R2, Qichong E30, Siman R14 e Zhangmen F13 (Fórmulas dos Mil Ducados).

Emissão seminal e retração do pênis: Rangu R2 e Dahe R12 (Suplementando a Vida).

Impotência: Rangu R2, Mingmen VG4, Shenshu B23 e Qihai VC6 (Suplemento Ilustrado).

Diarréia fria ou úmida (dong) com alimentos não digeridos: Rangu R2, Jingmen VB25 e Yinlingquan BP9 (Fórmulas dos Mil Ducados).

Frio das extremidades inferiores: Rangu R2, Shenshu B23 e Jinggu B64 (Suplementando a Vida).


Referências bibliográficas:

  1. Deadman P, Al-Khafaji M, Baker K. A Manual of Acupuncture. Journal of Chinese Medicine 1998. ISBN: 0951054678

  2. Focks, C. Guia prático de acupuntura: localização de pontos e técnicas de punção. Barueri, SP: Manole, 2008

  3. Yamamura, Y. Acupuntura tradicional - A Arte de Inserir. 2ª ed. São Paulo, SP: Roca, 2004

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page