Rosa mosqueta


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A rosa mosqueta é um arbusto selvagem que é nativa da Europa, onde é cultivada principalmente no Reino Unido por sua bela flor rosa pálida. Também é encontrado em estado selvagem no sopé da região sul da Cordilheira dos Andes, tanto no Chile quanto na Argentina, e no sopé de Mendoza. Seus frutos são usados ​​para fazer doces e geleias, e o óleo extraído de suas sementes é usado em cosméticos.


Nome científico: Rosa affinis rubiginosa.

Nomes comuns: rosa-mosqueta, rosa-mosquita.

Parte da planta utilizada: sementes.

Composição: ácido linoleico, ácido linolênico.

Ação farmacológica: cicatrizante, adstringente, emoliente.

Indicações: cicatrizes, feridas, eczema.

Contraindicações: alergia a algum dos seus componentes.


Instruções de uso: óleos e cremes contendo rosa mosqueta, vendidos em lojas de produtos naturais. Siga as instruções do preparo.

#fitoterapia #rosamosqueta #chávermelho #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais

Referência bibliográfica:

  1. López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo