Nutrição energética - Tomate


Nutrição energética - Tomate


Características:

Natureza térmica: fria

Sabor: doce e azedo

Zang Fu: Estômago, Fígado

Direção: descendência

Elementos: Madeira, Terra

Efeitos: clareia o calor, tonifica o Yin (especialmente o Yin do Fígado), produz fluidos e remove a secura, esfria e limpa o Sangue, fortalece o Estômago, promove a atividade do Fígado

Métodos de preparação: cru, como suco, cozido, refogado ou como decocção


Contém alto teor de vitamina A, B1, B2 e C, zinco, cobalto, magnésio, cálcio, fósforo, ferro, potássio, óleos essenciais, hormônios naturais, ácido oxálico (cuidado no caso de pedras nos rins)


Indicações

Calor no Sangue: hemorragias nasais, doenças de pele com prurido, erupção cutânea avermelhada, alergia ao sol, alergias sazonais

Calor na deficiência do Fígado: dores de cabeça, coceira e olhos vermelhos, vertigem, zumbido, cegueira noturna, visão turva, hipertensão

Sintomas de calor e deficiência do Yin do Estômago: sede, garganta seca, falta de apetite, inquietação

Sintomas de calor e falta de fluidos corporais: inquietação, nervosismo


Contra-indicações

Frio e vazio no Aquecedor Central

O consumo constante e excessivo de tomates, especialmente durante as estações frias, causa resfriamento e enfraquecimento pronunciados do corpo.

A dosagem diária é de um a dois tomates. Tomates verdes e tomates com manchas verdes podem enfraquecer o Rim


Referência:

Kastner, J. Chinese Nutrition Therapy - Dietetics in Traditional Chinese Medicine. Thieme 2004

0 visualização

Todos os Direitos Reservados ©2019 by medicofisiatra.com.br. Para uso de algum dos conteúdos entrar em contato conosco.