Nogueira


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A nogueira é uma árvore que atinge facilmente 30 metros de altura e 2 metros de diâmetro. Tem sua origem na Ásia e na Europa, e é cultivada em todo o mundo por sua bela aparência, bem como por seus muitos usos. Esta árvore é utilizada por sua madeira em carpintaria e construção, as folhas para tratamentos de beleza e seus frutos (nozes) como alimento nutritivo. O óleo extraído das nozes é de grande valor dietético devido ao seu alto teor de gorduras poliinsaturadas e seu sabor requintado, ideal para temperar saladas.


Nome científico: Juglans regia.

Nomes comuns: nogueira-comum, noz persa.

Parte da planta utilizada: folhas.

Composição: tanino, óleo essencial.

Ação farmacológica: adstringente, cicatrizante, hemostático, antidiarreico.

Indicações: diarréia, hemorróidas, coceira, caspa, gengivite.

Contraindicações: constipação.

Advertências: os compostos de nozes podem causar alergias em pessoas sensíveis. Consulte o médico para uso interno.


Modo de usar: ferva 2 colheres de chá de folhas de noz em 1/4 litro de água por 5 minutos.

Em uso interno: 2-3 xícaras por dia, sempre fora das refeições.

Em uso externo: enxague ou lave a área afetada diariamente.


#fitoterapia #nogueira #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais


Referência bibliográfica:

López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo