Eucalipto


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


Os eucaliptos são árvores perenes, de porte reto. Podem atingir mais de 60 m de altura. O tronco é de cor acinzentada e sua casca esfolia em folhas. As folhas são inteiras, coriáceas e perenes, variando de acordo com a idade. Nos ramos jovens são pares ovais e sésseis, e nos antigos são arqueados, alternados, mais peciolados e pendentes. Possui grandes grupos florais sem pétalas em forma de urna que se abrem na parte superior quando possui grande número de estames. O fruto é uma cápsula com 3-4 células que contém as sementes.


Nome científico: Eucalyptus globulus

Nomes comuns: eucalipto, eucalipto-comum, eucalipto-limão.

Parte da planta utilizada: folhas.

Composição: tanino, flavonóides, fenol, óleo essencial, triterpenos.

Ação farmacológica: anti-inflamatório, expectorante, antisséptico.

Indicações: reumatismo, resfriados.

Contra-indicações: não usar em caso de distúrbios hepáticos ou intestinais.


Modo de usar: aquecer 1/4 litro de água até ferver. Adicionar 2 colheres de chá de eucalipto, deixe repousar 10 minutos. Tomar 3 xícaras por dia após as refeições. Também está disponível na forma de cremes e linimentos para algumas doenças reumatológicas.


#fitoterapia #eucalipto #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais


Referência bibliográfica:

López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo