Canforeira


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A cânfora é uma árvore nativa de países asiáticos, atingindo uma altura de 20 metros em seu habitat natural. Suas flores são minúsculas considerando o tamanho da árvore. Eles são brancos e têm 6 pétalas. Os frutos são vermelhos, em forma de baga e não são comestíveis.

Na fitoterapia, utiliza-se o óleo essencial extraído da destilação de sua madeira e, às vezes, também de suas folhas e galhos. Sua principal propriedade é um efeito rubefaciente, ou seja, aplicado em fricção ou massagem, ativa a circulação local.


Nome científico: Cinnamomum camphora

Nomes comuns: canforeira, canela-canforeira

Parte da planta usada: madeira

Composição: óleo essencial, taninos.

Ação farmacológica: rubefaciente, anti-inflamatório, analgésico.

Indicações: dores musculares, dores nas articulações, problemas circulatórios.

Contra-indicações: o óleo essencial pode causar reações alérgicas em pessoas sensíveis.


Alerta: somente para uso externo.


Modo de emprego: o óleo de cânfora faz parte das preparações de massagem analgésica. Siga as instruções específicas de cada produto.


#fitoterapia #canforeiro #cânfora #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais


Referência bibliográfica:

López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo