Canela


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


A canela é uma árvore perene, cerca de 10-15 metros originária do Sri Lanka. Sua casca interna, extraída pelo descascamento e fricção dos galhos, é usada como especiaria e é usada como pedaços ou moído. Atualmente é cultivado além do Sri Lanka, Índia, sul da China, Madagascar e Brasil. Contém uma grande quantidade de óleos essenciais, o que lhe confere aquele aroma característico, muito apreciado tanto na culinária como na panificação, bem como na sua utilização na medicina alternativa.


Nome científico: Cinnamomum verum

Nomes comuns: caneleira, caneleira-verdadeira

Partes da planta usadas: casca

Composição: óleo essencial.

Ação farmacológica: antisséptico, digestivo, adstringente, espasmolítico.

Indicações: flatulência, perda de apetite, dispepsia, espasmos intestinais.

Contra-indicações: não consumir durante a gravidez e no período de lactação.


Modo de emprego: aqueça 1/4 litro de água com 1 pau de canela e deixe ferver durante 5 minutos. Tome 3 xícaras por dia.


Alguns estudos sugerem que a canela pode ajudar a melhorar o perfil lipídico em pessoas com diabetes melito tipo 2, os sintomas na dismenorreia primária e no perfil metabólico da síndrome do ovário policístico.


#fitoterapia #caneleira #canela #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais


Referências bibliográficas:

  1. Allen RW, Schwartzman E, Baker WL, Coleman CI, Phung OJ. Cinnamon use in type 2 diabetes: an updated systematic review and meta-analysis. Ann Fam Med. 2013 Sep-Oct;11(5):452-9. doi: 10.1370/afm.1517.

  2. Deyno S, Eneyew K, Seyfe S, Tuyiringire N, Peter EL, Muluye RA, Tolo CU, Ogwang PE.Efficacy and safety of cinnamon in type 2 diabetes mellitus and pre-diabetes patients: A meta-analysis and meta-regression. Diabetes Res Clin Pract. 2019 Oct;156:107815. doi: 10.1016/j.diabres.2019.107815. Epub 2019 Aug 16.

  3. Heydarpour F, Hemati N, Hadi A, Moradi S, Mohammadi E, Farzaei MH.Effects of cinnamon on controlling metabolic parameters of polycystic ovary syndrome: A systematic review and meta-analysis. J Ethnopharmacol. 2020 May 23;254:112741. doi: 10.1016/j.jep.2020.112741. Epub 2020 Mar 6.

  4. Jahangirifar M, Taebi M, Dolatian M.The effect of Cinnamon on primary dysmenorrhea: A randomized, double-blind clinical trial. Complement Ther Clin Pract. 2018 Nov;33:56-60. doi: 10.1016/j.ctcp.2018.08.001. Epub 2018 Aug 15.

  5. López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

  6. Zare R, Nadjarzadeh A, Zarshenas MM, Shams M, Heydari M. Efficacy of cinnamon in patients with type II diabetes mellitus: A randomized controlled clinical trial. Clin Nutr. 2019 Apr;38(2):549-556. doi: 10.1016/j.clnu.2018.03.003. Epub 2018 Mar 11.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo