A teoria do cinco elementos


A Medicina Tradicional Chinesa tem algumas bases teóricas nas quais se baseiam o diagnóstico e tratamento clínico. Entre elas está a teoria dos cinco elementos, que foi desenvolvida por Tsu Yen (350-270 aC) e seus alunos, no século 4 a.C., na tentativa de desmistificar a natureza e criar um sistema teórico intelectual, racional e independente.

O modelo taoísta dos cinco elementos é uma extensão do conceito de Yin e Yang desenvolvido anteriormente. Relaciona todos os fenômenos espirituais, emocionais, materiais e energéticos do universo a cinco elementos básicos (Terra, Metal, Água, Madeira e Fogo).

Esses elementos não existem isoladamente umas das outras, mas se influenciam mutuamente em uma interação dinâmica e constante.

No ciclo de geração (Xiag Sheng, "regra mãe-filho"), os elementos podem nutrir-se mutuamente, por exemplo, a Água “alimenta” a Madeira e a faz crescer. A Madeira alimenta o Fogo e se transforma em cinzas (Terra).

O ciclo de dominância (Xiang Ke, "regra avó-neto") mantém os elementos sob controle quando uma delas se torna muito poderosa. Por exemplo, o Fogo domina o Metal, o que significa que o derrete. Quando o ciclo de dominância se rompe, a desarmonia resultante pode ser vista em termos de uma "agressão" ou uma "contra-dominância".

Os ciclos de geração e dominância refletem cursos harmoniosos de eventos, enquanto o ciclo de agressão (Xiang Cheng) e o ciclo de contra-dominação (Xiang Wu) representam eventos desarmoniosos.

O ciclo de agressão é um exagero anormal do ciclo de dominação, em que um dos elementos é enfraquecido, provocando o elemento que, em circunstâncias normais, o impediria de invadir e enfraquecer ainda mais. O ciclo de contra-dominação é uma reversão da relação de dominação, em que um dos cinco elementos é desproporcionalmente forte e se rebela contra o elemento que normalmente deveria restringi-lo.

O conhecimento da teoria dos cinco elementos e de seus ciclos de controle auxilia no entendimento dos processos clínicos e na determinação do tratamento mais adequado. Além disso, a classificação dos alimentos e das ervas medicinais de acordo com sua relação com os cinco elementos é de extrema importância para a sua aplicação clínica no tratamento das doenças, de acordo com a Medicina Tradicional Chinesa.


#teoriadoscincoelementos #acupuntura #mtc #fisiatria #medicofisiatra


Referências:

  1. Gongwnag, L. Tratado contemporâneo de acupuntura e moxibustão - métodos de acupuntura e manipulações. 1ª edição. Roca 2010

  2. O'Connor, J. Bensky, D. Acupuntura - um texto compreensível. 1ª edição. Roca 1996

  3. Yamamura, Y. Acupuntura tradicional - a arte de inserir. 2ª edição. Roca 2004

  4. Yamamura, Y. Yamamura, ML. Acupuntura. Manole 2014

1,280 visualizações

Todos os Direitos Reservados ©2019 by medicofisiatra.com.br. Para uso de algum dos conteúdos entrar em contato conosco.