A energética dos alimentos na visão da Medicina Tradicional Chinesa


A organização nutricional ocidental concentra-se na categorização qualitativa e quantitativa dos alimentos. Essa classificação é baseada nos componentes alimentares, como carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas, minerais e outros oligoelementos.

Na visão da Medicina Tradicional Chinesa, por outro lado, a classificação dos alimentos utiliza os conceitos qualitativos e holísticos do Yin e do Yang, especialmente os aspectos que envolvem a energia dos alimentos.

A Medicina Tradicional Chinesa faz uma estreita conexão entre alimentos e ervas medicinais para terapia, uma vez que a classificação destes dois segue os mesmos critérios. Os alimentos e as ervas medicinais podem promover e impedir um ao outro em seus efeitos no corpo.

Para classificação energética dos alimentos são utilizados quatro critérios básicos:

  • Natureza térmica: quente, morno, neutro (temperatura ambiente), fresco, frio

  • Sabor: doce, picante, azedo, amargo, salgado

  • Relação com os Órgãos e Vísceras: Baço-Pâncreas, Estômago, Pulmão, Intestino Grosso, Rim, Bexiga, Fígado, Vesícula Biliar, Coração, Intestino Delgado

  • Direção do movimento: para acima, para abaixo, para a superfície, para a profundidade

A natureza e o sabor térmicos são de grande valor na terapia nutricional chinesa. O sabor e a natureza térmica são frequentemente combinados para descrever um sabor e seu efeito no corpo, por exemplo, doce-quente ou azedo-fresco.

A nutrição preventiva geral pode se concentrar apenas na natureza térmica ou no sabor dos alimentos. A terapia nutricional tem como objetivo auxiliar no tratamento das doenças e, para que ele seja atingido, o diagnóstico da desarmonia pela Medicina Tradicional Chinesa deve considerar todos os quatro critérios para classificação energética dos alimentos (natureza térmica, sabor, relacionamentos com Órgãos e Vísceras e direção do movimento).


Referências:

  1. Gongwnag, L. Tratado contemporâneo de acupuntura e moxibustão - métodos de acupuntura e manipulações. 1ª edição. Roca 2010

  2. Kastner, J. Chinese Nutrition Therapy - Dietetics in Traditional Chinese Medicine. Thieme 2004

  3. O'Connor, J. Bensky, D. Acupuntura - um texto compreensível. 1ª edição. Roca 1996

  4. Yamamura, Y. Acupuntura tradicional - a arte de inserir. 2ª edição. Roca 2004

  5. Yamamura, Y. Yamamura, ML. Acupuntura. Manole 2014

6 visualizações

Todos os Direitos Reservados ©2019 by medicofisiatra.com.br. Para uso de algum dos conteúdos entrar em contato conosco.