A aceitação como ferramenta para melhora do controle da dor na síndrome dolorosa miofascial


A aceitação como ferramenta para melhora do controle da dor na síndrome dolorosa miofascial


A aceitação psicológica da experiência dolorosa pode ser um passo importante para o desenvolvimento da sua tolerância, para a sua melhora e para melhorar a regulação da emoção diminuindo o estigma próprio e social.

Como as outras estratégias psicossociais para o tratamento da dor, a aceitação pode ser facilmente incompreendida e, com isso, facilmente abandonada.

A aceitação é a admissão da realidade da dor e das suas consequências em diversos aspectos da vida.

Diferentemente de um processo de submissão ou rendição, a aceitação é uma forma de perceber a existência de um problema e, com isso, buscar estratégias para criar processos adaptativos e eficazes como ferramentas para a tomada de decisão comportamental.

A aceitação auxilia no controle do desconforto e nas sensações desagradáveis relacionadas com o estímulo da dor.

Alguns questionários, como o Questionário de Aceitação da Dor Crônica, podem ser úteis para avaliar a evolução da aceitação da dor.

#dormiofascial #pontogatilhomiofascial #dor #dorcrônica #dormuscular #reabilitação

#fisiatria


Referência bibliográfica:

Donnelly, JM. et al. Dor e disfunção miofascial de Travell, Simons & Simons. Manual de

pontos-gatilho. 3ª edição. Artmed. Porto Alegre. 2020

5 visualizações

Todos os Direitos Reservados ©2019 by medicofisiatra.com.br. Para uso de algum dos conteúdos entrar em contato conosco.