Óleo de massagem analgésico e anti-inflamatório


O INTUITO DA POSTAGEM É EDUCACIONAL E SE BASEIA NOS CONHECIMENTOS DA MEDICINA TRADICIONAL. A AUTO-MEDICAÇÃO DEVE SER EVITADA E A AVALIAÇÃO MÉDICA É DESEJÁVEL ANTES DE SE UTILIZAR AS PLANTAS MEDICINAIS.


As dores musculares podem estar presentes devido a diversas situações, como fazer um esforço excessivo, devido à má postura ou à exposição ao frio. Algumas doenças autoimunes ou degenerativas também causam sintomas desagradáveis, como dores nas articulações ou nos músculos. Existem inúmeros produtos comerciais, na forma de cremes, óleos e loções.


Ingredientes sugeridos para o óleo de massagem analgésico e anti-inflamatório:

2 colheres de sopa da 1ª preensão a frio da semente de uva ou óleo de abacate.

2 gotas de óleo essencial de árvore do chá.

2 gotas de óleo essencial de boswellia serrata.

2 gotas de óleo essencial de abeto.

2 gotas de óleo essencial de eucalipto.

2 gotas de óleo essencial de cânfora.


Preparação:

1. Em uma pequena garrafa ou pote de vidro, despeje o óleo base, seja de uva ou de abacate.

2. Adicione as gotas de óleos essenciais, tomando cuidado para não exagerar, até 15 gotas no total são aceitáveis.

3. Armazenar em local fresco ou na geladeira até o uso.


Modo de emprego:

1. Se tiver o óleo na geladeira, retire-o meia hora antes para que fique em temperatura ambiente.

2. Coloque algumas gotas da mistura na palma da mão e esfregue com a outra, como se estivesse lavando, para que o óleo aqueça.

3. Aplique na área dolorida e massageie até completa absorção.


Observações

Se por algum motivo você não conseguir obter todos os óleos essenciais, não se preocupe, basta adicionar mais algumas gotas dos demais. 10 a 15 gotas no total é bom.

Informe-se sobre cada planta medicinal antes de usá-las.

Não é conveniente usar este óleo mais de uma vez por dia ou por períodos prolongados, pois os óleos essenciais são muito fortes e uma certa quantidade passa para o sangue.

As quantidades dos ingredientes desta receita são pequenas, pois fazer uma grande quantidade só faria com que ela perdesse suas propriedades.

#fitoterapia #medicinatradicional #medicinaintegrativa #saudeintegrativa #plantasmedicinais

Referência bibliográfica:

López PM. Manual práctico de fitoterapia. Descripción de las plantas medicinales y preparación de remédios naturales. Guíasprácticas Nº 4. Plantasmedicinales.net, 2017

26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo